logo

Pés doloridos? Veja indicações de como tratar joanete

Pés doloridos? Veja indicações de como tratar joanete

O quadro é comum entre pessoas que usam sapatos altos ou possuem doenças osteoarticulares. Confira como tratar joanete neste post! 

 

Joanete é um desvio que atinge os dedos do pé, principalmente o dedão. Trata-se de um desalinhamento entre os ossos e as articulações que, com o tempo, provoca a sobreposição do dedo afetado sobre os outros. Dessa forma, a região em que ela se manifesta pode ficar avermelhada, dolorida e com bastante sensibilidade. Saiba como tratar joanete a seguir! 

 

O QUE PROVOCA O JOANETE? 

Sem dúvida, a formação do quadro se deve à pronação do pé, bem como ao uso frequente de calçados apertados, altos e/ou de pontas finas. Por outro lado, o joanete pode surgir devido a doenças osteoarticulares, como a artrite, à má formação no pé e até mesmo à hereditariedade. 

A dor pode ser ocasionada pela bursa, uma bolsa de líquido que se forma sobre a articulação. 

 

SINTOMAS 

Primeiramente, o(a) paciente percebe uma saliência óssea na área do dedo afetado. Como mencionado acima, costuma atingir o dedão, porém, o mindinho também pode manifestar joanete. Além disso, a região apresenta inchaço, dor, que pode ser intermitente, e vermelhidão. A movimentação da articulação é reduzida, há um espessamento da pele na base do dedo afetado e rigidez progressiva. 

 

DIAGNÓSTICO 

Antes de entender como tratar joanete, é imprescindível procurar o(a) ortopedista ou reumatologista. Afinal, apenas especialistas podem verificar o grau de comprometimento e indicar o tratamento correto 

No consultório são feitas a anamnese e avaliação clínica e, em seguida, podem ser solicitados exames de raio-x 

Ademais, nos casos em que a articulação apresenta bastante vermelhidão, dor e inchaço, o diagnóstico pode ser complementado com a retirada do líquido localizado na área. 

 

COMO TRATAR JOANETE 

Uma vez que o tratamento para joanete depende das condições específicas de cada pessoa, não há orientações generalizadas. Nos casos mais leves, os médicos indicam a troca de sapatos apertados, com bicos finos e de salto alto por outros baixos e com as pontas arredondadas. No entanto, esse tratamento é conservador e não promove a correção do desalinhamento das articulações. Pomadas anti-inflamatórias não esteroides podem ser receitadas para as ocasiões em que o(a) paciente com joanete necessita, por algum motivo, usar calçados mais agressivos em relação à condição. 

Portanto, para conseguir o retorno do dedo à sua posição inicial, pode ser recomendado o uso de talas ou afastadores de dedos.  

Em último caso, é solicitada a cirurgia, a qual é conhecida como bunionectomia. Todavia, vale ressaltar que existem mais de cem técnicas cirúrgicas que visam tratar o joanete. Inclusive, uma delas permite que o tecido cicatricial seja solto para melhorar o alinhamento. 

 

COMO EVITAR O JOANETE 

Inegavelmente, calçados confortáveis e que permitem a distribuição equilibrada do peso do corpo são providenciais para evitar o surgimento do joanete. Uma vez que os pés podem inchar ao fim do dia, é ideal comprar sapatos que não fiquem rentes às pontas dos dedos. 

Outra orientação importante é evitar utilizar o mesmo par por dias seguidos, pois o atrito no mesmo ponto do pé, continuamente, também ocasiona o quadro. 

 

Não deixe de procurar reumatologistas ou ortopedistas de confiança ao sentir alterações no formato e na aparência dos pés 

 

Agende sua consulta na Clínica Vittá sem sair de casa e saiba como tratar joanete de acordo com a sua necessidade! 

Agendamento Online
Clique para Ligar