logo

O que pode causar a apendicite?

O que pode causar a apendicite?

Quando não tratada, a inflamação pode gerar graves consequências. Tire suas dúvidas sobre a apendicite acompanhando este post! 

 

O que é apendicite? 

apendicite é uma inflamação localizada no apêndice, um órgão linfático que pode ser descrito como uma pequena extensão do intestino grosso. Sua função é abrigar bactérias que ajudam na digestão dos alimentos. A partir do momento em que esse órgão inflama, ocorre uma forte dor abdominal e a produção de pus.  

Ademais, é importante salientar que, quando o problema surge repentinamente, o quadro é denominado como apendicite aguda. 

 

Sintomas  

Sem dúvida, a intensa dor abdominal que inicia do lado direito e na parte inferior do abdômen se constitui como o principal sintoma dessa inflamação. Esse desconforto é pontual, contínuo e localizado. Além disso, ele está associado à falta de apetite, bem como aos seguintes sinais: 

 

▪ Náuseas; 

▪ Vômitos; 

▪ Diarreias; 

▪ Febre baixa; 

▪ Apatia. 

 

Ainda, o(a) paciente sentirá que a dor abdominal tem início próximo ao umbigo e, aos poucos, irradia para baixo e no sentido do lado direito. Isso aponta para o aumento da apendicite. Portanto, é crucial procurar um(a) especialista em Clínica Geral ou Gastroenterologia o mais cedo possível. 

 

O que causa a apendicite? 

Primeiramente, boa parte dos casos de apendicite são decorrentes da entrada de material fecal endurecido ou partículas de gordura no apêndice. Consequentemente, a obstrução leva à inflamação do órgão.  

Infecções gastrointestinais também são causas preponderantes de apendicite. 

Ademais, ainda que não haja fatores de risco consideráveis para provocar o surgimento do problema, a inflamação é mais comum entre pessoas de 10 a 30 anos de idade, especificamente homens. 

A fim de evitar a obstrução mencionada há pouco, é relevante ingerir alimentos ricos em fibras, pois eles facilitam o processo digestivo. Atividades físicas também são importantes para promover o bom funcionamento do organismo, inclusive do intestino. 

Quanto às frutas e aos legumes que contêm caroços e sementes, não há estudos que comprovem a relação entre a ingestão dos mesmos com a apendicite. Logo, não é possível dizer que eles causam o quadro. 

 

Diagnóstico 

Ao sentir os sintomas, especialmente após 12 horas, o(a) paciente deve procurar ajuda médica com urgência. Afinal, o diagnóstico e o tratamento tardios podem levar à apendicite supurada. Isso significa que o apêndice pode estourar na cavidade abdominal. Uma vez que o pus se espalha durante esse processo, a pessoa é acometida pela septicemia. Em seguida, esse quadro se transforma numa infecção generalizada, o que possui alto risco de causar a morte. 

Durante a consulta, o(a) especialista pode chegar à conclusão de que a pessoa está com apendicite apenas com o relato dos sintomas. Porém, pode ser necessário recorrer ao exame físico que consiste na observação e toque do abdômen. 

Posteriormente, devem ser solicitados o exame de sangue, o de urina e os de raios X. 

 

Tratamento 

Em qualquer caso, o tratamento da apendicite é cirúrgico com o intuito de evitar a morte do(a) paciente. O corte para retirada do apêndice é pequeno e, ainda, pode ser utilizada a técnica laparoscópica. Esta é menos invasiva exigindo um tempo menor de repouso. 

 

Agora que você já sabe o que pode causar a apendicite, não deixe de procurar ajuda médica ao sentir os sintomas.  

 

Conte com os clínicos gerais e gastroenterologistas da Clínica Vittá. Além da consulta, é possível realizar os exames na unidade mais próxima de você. Clique aqui! 

Clique para Ligar
Agendamento Online