logo

O que é a fibrose cística?

O que é a fibrose cística?

A doença hereditária atinge aproximadamente 70 mil pessoas no mundo. Entenda o que é a fibrose cística neste post! 

 

Definição da doença 

fibrose cística, também alcunhada como mucoviscidose, é uma condição genética, hereditária e que se caracteriza pelo acúmulo de secreções densas em diferentes regiões do corpo, especialmente nos pulmões e no sistema digestivo. 

De acordo com o Ministério da Saúde, a doença atinge cerca de 70 mil homens e mulheres no mundo. O diagnóstico, em boa parte dos casos, é feito até os 2 anos. Todavia, é possível que ela seja descoberta após os 18 anos.  

O muco produzido pelo organismo da pessoa doente pode ser até 60 vezes mais espesso do que aquele presente em condições normais. Tal cenário faz com que a secreção transporte bactérias e germes pelas vias respiratórias. Sem dúvida, eles provocam problemas respiratórios.  

Ainda, a espessura do muco impede a chegada de enzimas digestivas no intestino atrapalhando a absorção de nutrientes. 

 

Sintomas 

Os sintomas da fibrose cística variam conforme a idade em que ela se manifesta. Além disso, eles estão relacionados ao local onde a secreção atua de maneira mais preponderante. 

Ao considerar o primeiro fator, os sinais mais comuns em crianças de até 2 anos são: 

 

▪ Congestionamento do intestino; 

▪ Pouco ganho de peso; 

▪ Desidratação; 

▪ Tosse com secreção; 

▪ Chiados no peito. 

  

Quando o(a) paciente possui idade mais avançada, os sintomas recorrentes são a perda de peso acompanhada por uma desnutrição crescente, tosse crônica com bastante secreção e surgimento de pólipos nasais. Aliás, outras doenças são provocadas pela fibrose cística como, por exemplo, diabetes, sinusite e cirrose biliar. 

Mulheres que apresentam esses sintomas e percebem dificuldade para engravidar também podem ter a doença. 

Em relação à localização da secreção, quando ela está acumulada na região dos pulmões o(a) paciente manifesta pneumonias de repetição, tosses, infecções e inflamações respiratórias. 

Já quando a concentração acontece no trato digestivo, a dificuldade em absorver as gorduras e os nutrientes ocasiona problemas intestinais, como a diarreia, e a dificuldade para aumentar o peso e a altura. 

 

Diagnóstico 

Os especialistas capacitados para o diagnóstico da fibrose cística são das áreas de Clínica GeralGastroenterologia e Pneumologia. 

São realizados os seguintes exames: 

 

▪ Teste do suor para avaliar os níveis de cloro; 

▪ Teste do pezinho; 

▪ Teste genético para identificar o tipo da doença. 

 

Ademais, é normal aos recém-nascidos a eliminação de mecônio nos primeiros 2 dias de vida. Portanto, se isso não acontecer, os médicos devem analisar a possibilidade de a criança ter nascido com fibrose cística. 

 

Tratamento 

O tratamento da fibrose cística depende das particularidades de cada paciente e é construído entre diferentes especialidades. São propostas dietas alimentares ricas em proteínas e calorias, especialmente em crianças, para promover um melhor aproveitamento dos nutrientes. Ademais, é aconselhável a realização de fisioterapia respiratória, a prática de atividade física e o consumo de enzimas digestivas. 

Quanto aos medicamentos, são utilizados antibióticos, broncodilatadores e anti-inflamatórios, sendo os mais comuns: 

 

▪ Aires; 

▪ Fluimucil; 

▪ Ciprofloxacino. 

 

Além disso, os especialistas também podem recomendar inalações com soro fisiológico. 

Em casos mais avançados da doença, pode ser necessário o transplante de pulmão. 

 

Após saber mais sobre a fibrose cística, não deixe de contar com a ajuda de profissionais de confiança ao perceber os sintomas. 

O quadro médico da Clínica Vittá possui clínicos geraisgastroenterologistas e pneumologistas que oferecem consultas a um preço bastante acessível. 

 

Clique aqui para agendar sua consulta! 

 

Clique para Ligar
Agendamento Online